MILHO GRÃO FORRAGEIRO – CONJUNTURA SEMANAL l 19 – 25 novembro

MILHO GRÃO FORRAGEIRO – CONJUNTURA SEMANAL

Na campanha 2018-2019, a produção mundial de milho deverá aumentar cerca de 2,6% em relação à campanha anterior, impulsionada por aumentos de produção no Brasil, Argentina, Ucrania e E.U.A. (FranceAgriMer).

Os preços de exportação do milho registaram uma evolução decrescente desde os inícios de agosto, nos principais mercados exportadores. Na U.E., a produção de milho na campanha 2018-2019 é inferior à da campanha anterior, em cerca de 5,5% (Comissão Europeia), devido à seca, que fez diminuir a produtividade, nomeadamente em França e na Roménia.

Devido aos preços elevados de outros cereais forrageiros, estava a aumentar o consumo de milho pela indústria europeia de alimentos compostos para animais.

Em Portugal, na campanha 2018-2019, a área semeada com milho de regadio aumentou cerca de 5%, relativamente à campanha anterior. No Alentejo o aumento estava estimado em 2% e no Ribatejo em 15%. Quanto ao volume de produção, estimamos aumento significativo no Ribatejo, em relação a 2017, mas manutenção do total nacional. Os ventos e a chuva associados à tempestada Leslie provocaram a acama de muitas searas na Beira Litoral.

Na semana em análise, prosseguiram as campanhas de comercialização do milho grão nas áreas de mercado Alentejo e Ribatejo. A nível nacional, as cotações mais frequentes do milho grão forrageiro variaram entre 165€/ton e 175€/ton.

 

FONTE :

Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral

Direção de Serviços de Estatística Divisão de Estatística

SISTEMA DE INFORMAÇÂO DE MERCADOS AGRÍCOLAS